Como Funciona o Interruptor DR?

Escrito Por: roger brunello Publicado em: Elétrica Industrial Data de Criação: 26/03/2020 Acessos: 179

Aprenda o que ele faz, o que ele não faz e outros detalhes deste dispositivo que protege vidas contra choque

Como usar o Interruptor DR

O Interruptor Diferencial Residual (IDR) é um dispositivo de segurança elétrica de uso obrigatório nos quadros de distribuição.

No Brasil, a obrigatoriedade vem da Lei 8078/90 (artigos 12, 14 e 39) da norma técnica NBR 5410

Sua função é proteger vidas, de pessoas e animais de estimação, contra choques elétricos.

Ele monitora a corrente de entrada e de retorno e desliga automaticamente o circuito ao identificar corrente de retorno a partir de 30 mA (miliAmpères).

A dinâmica e os riscos do choque elétrico

 

IDR NO ALIMENTADOR GERAL

Muitas instalações usam o IDR para proteger todos os circuitos da instalação.

A motivação para esse tipo de instalação do IDR também pode ser economia no custo dos componentes de quadro.

Mas tem algumas desvantagens, veja:

A NBR 5410 obriga o uso do IDR apenas em circuitos de maior risco, como chuveiro, tomadas de áreas úmidas (banheiro, cozinha, externas) e tomadas que podem alimentar equipamentos em áreas externas do imóvel

Então, imagine a seguinte situação:

Um imóvel em que todos os circuitos consomem 125 Ampères, mas os circuitos que devem ter, por norma, o IDR instalado, consomem apenas 40 Ampères de corrente.

Bem, um IDR de 125A é mais caro que um de 40A

 

Custo de Manutenção

Além do choque elétrico, a fuga de corrente ocorre por defeitos no circuito.

Com o IDR protegendo todos os circuitos do imóvel, se houver fuga de corrente por defeito, o custo de manutenção poderá ser maior, pois, dependendo do caso, o tempo que o eletricista precisará para encontrar o circuito defeituoso, será maior também.

 

Defeito Noturno

Se a fuga de corrente por defeito acontecer no período noturno, nenhum circuito de iluminação funcionará e todos ficarão no escuro.

Casa Vazia/ Viagem

Se a fuga de corrente for por defeito no circuito do chuveiro, o IDR desarmará o circuito da geladeira também e os alimentos poderão estragar.

 

IDR COMO DISJUNTOR GERAL

Esse é um erro grosseiro.

Usar o IDR no lugar do disjuntor, além de mais caro, não protege os circuitos.

Se houver curto circuito ou sobrecarga, o IDR não vai desarmar, podendo causar danos aos equipamentos.

O risco de incêndio no imóvel também é enorme.

 

VANTAGENS DE USAR IDR POR CIRCUITOS SEPARADOS

Sim, aumenta o custo da instalação, comparado com um único IDR para todos os circuitos, mas...

...Olhando as possíveis desvantagens de usar IDR para todos os circuitos, as vantagens ficam obvias:

Melhor distribuição da proteção

Maior facilidade para identificar defeitos no circuito

Não há como um IDR “desligar” o imóvel todo

Melhor eficácia do IDR e dos circuitos.

Para quadros de grande porte, dividir os IDRs por circuitos é a melhor alternativa no médio e longo prazo

 

FINALIZANDO

Como vimos, o IDR cumpre uma função específica no circuito, que é prevenir e evitar o choque elétrico

Não devemos esquecer a importância de outros elementos, como:

Dimensionamento das cargas dos circuitos, para escolha de equipamentos e cabos adequados.

Aterramento do imóvel (cuidado especial no uso do IDR associado ao esquema de aterramento, pois há sistemas que não recomendam seu uso)

Disjuntores para proteger circuitos contra sobrecarga e curto circuito

DPSs para proteger equipamentos elétricos e pessoas contra surto elétrico

Instalação dentro das normas técnicas.

Lembre-se: Eletricidade é coisa séria. Contrate sempre um profissional capacitado.

Acompanhe a Cetti: Facebook Instagram Youtube

Participe do Grupo: clique aqui

Tags: